“The Longest Turn” – Barfly

Uma banda coesa, que soa gringa, que soa indie, que soa nova, nova como se o britsh pop/rock não nos causasse mais surpresas, mas causa! Barfly com toda certeza é mais uma das melhores bandas que Goiás nos apresenta todo ano, é impressionante como em um único estado tem banda…

The Longest Turn (Monstro Discos)

Monstro Discos - 8

8

Uma banda coesa, que soa gringa, que soa indie, que soa nova, nova como se o britsh pop/rock não nos causasse mais surpresas, mas causa!

User Rating: Be the first one !
8

Uma banda coesa, que soa gringa, que soa indie, que soa nova, nova como se o britsh pop/rock não nos causasse mais surpresas, mas causa!

Barfly com toda certeza é mais uma das melhores bandas que Goiás nos apresenta todo ano, é impressionante como em um único estado tem banda para encher estádio de futebol. Mas não é censo do IBGE, é uma resenha sobre o Barfly. O problema é a impraticável dissociação de uma banda que soa indie do berço real do indie (UK e USA), o melhor do Barfly é justamente isso, eles soam tão convincentes em seu trabalho que qualquer incauto apontaria de pronto como uma banda de fora, e não daqui, brasileira.

O nome é outro achado (referência mor de um livro de Bukowski, conhecido autor e santo protetor literário dos bêbados, incompreendidos e outsiders), talvez em um futuro não muito distante, alguém lembre do Barfly e o coloque numa trilha sonora de algum dos livros que não foram vertidos para o cinema…quem sabe?



Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.