TAUNTING GLACIERS COMEMORA UM ANO DO ÁLBUM “BLOOM”

Em setembro de 2018, a banda blumenauense Taunting Glaciers, formada por Swan, Lola e Tony, lançou pelo selo Hearts Bleed Blue (HBB) o disco “Bloom”, o segundo da da banda. No mesmo ano gravaram um especial, o HBB Live Sessions, registro ao vivo que acontece no escritório da gravadora em São Paulo com a direção de Chuim Trindade.

Divulgado na quarta-feira desta semana, 2 de setembro, o HBB Live Sessions da Taunting Glaciers conta com as faixas “Hyper”, “Bloom”, “Adore”, “Exciter” e “Blush”. “É visível que estávamos bem nervosos”, revela o vocalista e guitarrista Swan. “Esse lançamento era o começo de uma experiência bem diferente do que conhecíamos como show e isso foi uma questão que precisou ser aperfeiçoada com o passar desse ano, desde a gravação da sessão. De lá pra cá foram vários erros e acertos e começou tudo com esse dia em São Paulo. É muito legal poder ver isso um ano depois e sentir a evolução desse processo de tocar com vários samples e instrumentos diferentes. Foi um momento bem especial pra gente e é ótimo ter um registro disso tudo”.

“Bloom” já prometia ser um novo começo para a banda, que acrescentou elementos do post-punk ao álbum, além do post-hardcore e post-rock já apresentados nos trabalhos anteriores.

Além do vídeo do pocket show com as cinco faixas já citadas, o áudio da apresentação completa da Taunting Glaciers no HBB Live Sessions, que inclui as músicas “Quasi”, “Pale”, “Dancingly” e “Brava”, também estará disponível a partir desta sexta-feira (4) nas principais plataformas digitais.



Designer, sociólogo de boteco, baixista de fim de semana, DJ ocasional, leitor ávido de Wikipédia e escritor de romances de gaveta. Manézinho de nascimento, criado em Porto Alegre e atualmente mora em São Paulo. Como todo bom crítico, já tocou em várias bandas que não deram em nada.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.