Romanelli – ANOMALOUS

É curioso que em pleno século 21 artistas ainda olhem para trás para poder seguir em frente. E ainda bem que isso ainda aconteça. Lançado em 2016 o primeiro trabalho de Romanelli flerta descaradamente com o passado com o pop/electro europeu, mas finca de maneira elegante a sua música de…

ANOMALOUS - Independente

ANOMALOUS - Independente - 8.4

8.4

Ousado, conflitante e inquisidor! Exatamente como a arte deve ser.

User Rating: Be the first one !
8

É curioso que em pleno século 21 artistas ainda olhem para trás para poder seguir em frente. E ainda bem que isso ainda aconteça.

Lançado em 2016 o primeiro trabalho de Romanelli flerta descaradamente com o passado com o pop/electro europeu, mas finca de maneira elegante a sua música de maneira atemporal.

Contraditórios os parágrafos anteriores? Sim. Assim como a música do artista radicado em Santa Catarina e que leva sua música a um rincão datado da música eletrônica. Mesclando o punk inglês, Bowie e new wave, o italiano que vive há mais de 20 anos no Brasil foi na contramão das tendências musicais do não tão distante 2016 e gravou um trabalho que não pode ser classificado como gênero algum. O próprio cantor classificou o seu álbum como música transpop. Algo pra quebrar barreiras e paradigmas.

Muitíssimo bem elaborado, o trabalho contou com a participação de Jeronimo Gonzalez na produção (ao lado do próprio Romanelli), e masterização de Alécio Costa.

Um animal estranho em 2016? O trabalho continua sendo um animal estranho em 2018 no cerramento das cortinas. O importante é que o álbum continua atual ao discutir temas tão importantes no discurso do artista. A discussão de normalidade, de gêneros e limites.

Romanelli há 2 anos já antevia o que estava por vir!



Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.