MUSTACHE & OS APACHES APRESENTA TERCEIRO ÁLBUM DE ESTÚDIO

Trabalho é o primeiro que sai pela Monstro Discos e conta com a participação especial de Renato Teixeira

As apresentações acústicas para cerca de 15 mil pessoas na abertura dos espetáculos do Grupo Galpão e uma turnê por Lisboa e Porto, em 2017, foram as maiores influências para a concepção do novo disco do Mustache & Os Apaches. Gravado ao vivo, em estúdio, o disco traz a banda desplugada e no melhor estilo das jugbands, bandas acústicas por essência que tocavam um repertório de músicas tradicionais do blues, jazz, country e folk

O novo álbum, “Três”, tem influências latino-americanas e vem recheado de romantismo, sarcasmo e a característica ironia bem-humorada do grupo. O disco conta com a participação especial do cantor e compositor Renato Teixeira na rancheira “O Sol”, carregada pelo espírito da música caipira brasileira, seu sotaque, melodia e ritmo. A união com o músico paulista surgiu da identificação com temas, timbres e arranjos tão presentes em “Três”.

Na viola caipira seguem a existencialista “Filosofia”, que traz um jogo de perguntas, e a balada “Amém”, que revela os anseios de um cidadão comum diante das injustiças do mundo. Com uma levada hipnótica, a canção “Instintos” segue a mesma linha que as duas composições acima, apontando o olhar para o indivíduo em busca de autoconhecimento e em conexão com a natureza. 

“Contagiado” narra os sonhos de um cidadão corrompido e vencido pelo cansaço, enquanto a faixa “Canalhas”, que já ganhou clipe, é um resumo chargista do caderno político, com seus numerosos escândalos, da qual a personagem de “Megalomania” seria facilmente a protagonista.

“Gôndola” sugere um escapismo, uma fuga romântica e é seguida pela onírica “Mulher Gigante”, que deita em cama harmônica de vocais inspirados na música gospel.

Em suas performances, que trazem o espírito das ruas aos palcos, o grupo anexa instrumentos tradicionais de diferentes regiões como o bombo leguero, o derbake e a cuíca, além de equipamentos nada convencionais, como o serrote, o kazoo e o contrabanjo construído pelo baixista da banda, Tomás Oliveira.

A Mustache& Os Apaches começou sua trajetória em 2010 e logo conquistou fãs e crítica em todo o País. Já lançou dois álbuns e este é o primeiro trabalho do grupo que sai pela Monstro Discos. O disco já pode ser  conferido nas principais plataformas de streaming e em breve ganhará uma versão em CD.

<iframe src=”https://open.spotify.com/embed/album/6Sl7qnXqvynyVmfkxl7lcV” width=”300″ height=”380″ frameborder=”0″></iframe>

http://spotify:album:0WQG4TqqrmNsMmaxeVmTEQ

 



Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.