A MTV, os Los porongas, os lançamentos da Sony e o som da semana!

A nova programação da MTV, os Los porongas e seu novo cd, e mais lançamentos!

Estou acompanhando a programação da emetevê, como diria Caetano Veloso, e sinceramente? Estou achando de uma repetição infindável, como no ano passado, mas com algumas caras novas.

Primeiro vamos discorrer brevemente sobre as caras novas.
Chuck, Gaia e PC Siqueira, estão bem dentro dos que seus respectivos programas se propõem; informação (Gaia e Chuck), tiração de sarro e nonsense (PC Siqueira), clips bacanas, enfim, uma revitalizada, aí vem o China e seu programa…

E antes que alguém venha falar que sou preconceituoso pelo fato do China ser pernambucano, para quem não sabe eu morei sete anos em Recife, adoro a cidade, tenho grandes amigos até hoje, e admiro diversas bandas de lá, inclusive o trabalho solo de China, e de sua extinta banda Sheik Tosado.

Mas não, é muita rasgação de seda, muito pedido de presente pro “baú da mãe dele” (ou no final do ano o programa vai sortear o baú inteiro para algum telespectador, ou aquilo está virando uma encheção de saco mesmo, e a repetição sacal dos clips brazucas (é humanamente impossível ver os mesmos clips, sempre, ninguém agüenta)!

Muitos dos artistas brazucas que passam pela programação dos programas dedicados a tais, são artistas bacanas, de bastante potencial, e que com certeza eu sairia de casa para ver algum deles, mas alguém agüenta assistir um programa como o que o China apresenta repetir “ad infinitum” o encontro da nova MPB paulista, no programa do Arnaldo Antunes, com aquele clip “Estão Dizendo Por Aí” ?

Não dá! Sinceramente, além de terem trocado o comando do Rockgol (que perdeu totalmente a graça), a MTV se repete “ad infintum”, e mesmo abrindo ainda mais espaço para os independentes, corre o risco de esgotar a fórmula de alguns programas seus, consegue pecar pela repetição a exaustão, será que os artistas querem ver seu público alvo de saco cheio da cara deles?

Já estou pensando algumas vezes se iria a algum show aqui em Florianópolis de alguns desses artistas que por motivos éticos não citarei nomes, mas que enche o saco ver todo dia os mesmo clips, enche, sem sombra de dúvidas!

Mas vamos falar de coisas boas! Não vou mais escrever sobre isso!

LOS PORONGAS..

Falando em coisa boa, os brothers do Los Porongas estão lançando cd novo esses, e vale muito a pena acompanhar o trabalho dos rapazes que está sendo bastante elogiado pela critica especializada (nem preciso dizer que a Rolling Stone brazuca e a Bilboard, deram espaço em suas publicações para os gajos), vale a pena ler a resenha que saiu no próprio site dos rapazes (por favor bandas novas que nunca lançaram nada, vai aí uma dica do Tio Carioca: aprendam a arte de se promover, isso pode vir a ajudar bastante no futuro):

Sobre o disco

Bastante aguardado por público e crítica, o disco possui 12 faixas e conta com a participação especial de Hélio Flanders, vocalista da Vanguart, na música “Mais Difícil”, e de Maurício Pereira, músico, produtor musical e ex-integrante da banda Os Mulheres Negras (juntamente com André Abujamra), em “Longo Passeio”, onde há ainda um coro com mais de 20 amigos de São Paulo, dentre eles, Zeca Viana, Daniel Groove e Saulo Duarte. Na faixa “Bem Longe”, o produtor Carlos Gadelha toca guitarras psicodélicas; e em “Dois Lados” a banda paulistana Nosotros contribui tocando trompete e trombone. Todos esses músicos amigos se juntam ao vocalista Diogo Soares, ao guitarrista João Eduardo, ao baixista Márcio Magrão e ao batera Jorge Anzol, na missão de manter o público já conquistado e ampliá-lo ainda mais.

No novo trabalho, os Porongas experimentaram diversas mudanças. A banda mudou de cidade, de gravadora, de produtor e vivenciou novas experiências musicais, como a de integrar o projeto ‘Mais Massa’, que reúne seis bandas do Norte e Nordeste que vivem de música na paulicéia desvairada.

Confirmando a mudança na sonoridade do segundo cd da banda, o vocalista Diogo Soares conta que “esse é um disco em que experimentamos mais possibilidades musicais, com a introdução de outros instrumentos em diversas músicas, como metais, viola caipira, piano, teclados e a participação de muitos amigos (o que não aconteceu no primeiro). Ele prossegue explicando ainda que descobriu um jeito diferente de cantar, que Anzol imprimiu ao trabalho os estudos que tem feito na bateria, enquanto Magrão criou linhas de baixo muito melodiosas e João se superou agregando vários outros elementos além da guitarra. “É um disco bem diferente, onde a poesia é mais direta e fala sobre a nossa vida nesse tempo, sobre saudade, sobre São Paulo e as novas amizades musicais que fizemos lá”, afirma o vocalista.

Ao falar sobre o segundo álbum dos Los Porongas, o baterista Jorge Anzol deixa claro o sentimento unificado da banda quanto ao segundo trabalho CD dizendo “esse disco é uma polaroid de tudo que aconteceu nesses quase quatro anos que estamos em São Paulo.

Não é nada colorido, diga-se de passagem. Nossa música corresponde aquilo que somos e nós mudamos muito. Estamos mais maduros e muito felizes em voltar ao Acre para lançar esse novo trabalho”.

O disco está sendo lançado por um selo independente de São Paulo, o Baritone Records, e já está à venda nos shows da banda e também na Livraria Nobel, ao preço de 20 reais.

SANGUE NOVO e SILÊNCIO

As faixas “Sangue Novo” e “Silêncio” podem ser baixadas gratuitamente na página oficial da banda – www.losporongas.com.br
Conheça o nome das faixas do cd “O Segundo Depois do Silêncio”:

Fortaleza
Cada Segundo
Bem Longe
Dois Lados
Sangue Novo
Mais Difícil
O Lago
Silêncio
A Verdade
Desordem (Time Out)
A Dois
Longo Passeio

Em breve sairá uma resenha na nossa sessão de cds/dvds.

E por falar em lançamento…

Adele – Sony Music

Conhecida por sua incrível habilidade vocal e talento para composição, a britânica Adele lança o segundo CD 21. Numa referência a (pouca) idade da cantora, o álbum chegou nas lojas em abril e já conseguiu a mesma proesa de Madonna: por nove semanas consecutivas se manteve em primeiro lugar nas paradas da Inglaterra. “Rolling in the Deep” é o primeiro single e estreou nas rádios brasileiras dia 20 de abril.

AC/DC Live in River Plate – Sony Music

O DVD que documenta a grande turnê Black Ice World Tour, do AC/DC, tem data marcada para chegar: 10 de maio de 2011. Gravado em dezembro de 2009, AC/DC Live At River Plate marca a volta triunfal do AC/DC a Buenos Aires, onde quase 200 mil fãs, em duas apresentações lotadas, deram as boas-vindas à banda após 13 anos sem pisar na Argentina. As imagens ao vivo confirmam o que o jornal argentino Pagina 12 publicou: “ninguém chega perto do nível deles quando se trata de rock’n roll puro e simples”. Dirigido por David Mallet e produzido por Rocky Oldham, AC/DC Live At River Plate foi filmado com 32 câmeras inteiramente em HD, contém 19 músicas e traz também cenas dos bastidores desta grande produção do rock.
Além disso, o DVD contém uma faixa bônus chamada “The Fan, The Roadie, The Guitar Tech & The Meat”, que inclui entrevistas com banda, equipe e fãs durante momentos emocionantes dos shows e na cidade de Buenos Aires. AC/DC Live At River Plate está disponível para pré-compra emwww.ACDC.com e www.amazon.com e também será vendido no formato Blu-Ray.

FOO FIGHTERS – WASTING LIGHT – Sony Music

Rock’n roll simples, direto e arrebatador. Foi assim que os Foo Fighters definiram Wasting Light, o mais recente álbum da banda lançado dia 12 de abril. Com 11 faixas, o CD foi produzido por Butch Vig (mesmo produtor deNevermind, do Nirvana) e é sucessor de Echoes, Silence, Patience & Grace, lançado em 2007.

Gravado na garagem da casa de Dave Grohl, líder e vocalista, o álbum marca também o retorno do guitarrista Pat Smear, distante desde 1997. Além disso, há também a participação especial do ex-Nirvana Krist Novoselic tocando baixo e acordeão na faixa “I Should Have Known”.

E por essa semana era isso, até semana que vem!

Coluna escrita ao som de:

Bang Bang Babies – Love and Bullets – Monstro Discos
Continental Combo – Continental Combo – Monstro Discos
Adele – Adele – Sony Music


Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.