Laura Rizzoto, o início de uma artista!

Underfloripa entrevista em primeira mão no estado, a jovem Laura Rizzoto, que lança seu primeiro trabalho!

Underfloripa – Suas músicas soam com um frescor incomum em um mercado saturado de cantoras querendo soar umas iguais às outras, à que você deve isso?

Laura Rizzoto– O meu trabalho musical é autoral e no meu processo criativo, expresso o que está passando na minha cabeça, como um desabafo, sem a preocupação de estar na moda ou seguir tendências.

Underfloripa– Notei que você não se prende a um estilo especifico, o seu cd transita fácil entre o power pop, levadas country, romântico, folk, é mais fácil não se prender a nenhum estilo para poder transitar em diversas praias?

Laura Rizzoto– Transito em diversas praias porque as minhas influências musicais também são muito variadas. Ouço de tudo um pouco. Gosto da MPB de Caetano, Milton e Gil; adoro o pop rock do One Republic, Beatles, Nickelback, Coldplay, me identifico pra caramba com o folk e country de Shania Twain, Colbie Caillat, Taylor Swift; o pop de Elton John, Paul Mc Cartney; o estilo mais jazzístico de Norah Jones e Michael Bublee, música romântica de divas como Mariah Carey e amo o soul das jovens cantoras britânicas.
Tive o privilégio de ter como produtor musical e diretor artístico o Paul Ralphes, que também é britânico e compreendeu perfeitamente as múltiplas influências e a essência do meu trabalho. Os arranjos foram elaborados de forma bem orgânica e o Paul Ralphes sempre incentivou a minha espontaneidade musical.

Underfloripa – Você morou nos Estados Unidos, um país que incentiva nas escolas, as artes como: teatro, artes plásticas, música, isso foi um diferencial para você?

Laura Rizzoto– Nos Estados Unidos, há uma indústria do entretenimento que incentiva o desenvolvimento de talentos artísticos dos alunos desde muito pequenos. Na escola pública em que estudei, havia uma sala de cordas com violinos, violas e cellos, 2 pianos de cauda, um teatro de nível profissional, além de aulas de música e teatro gratuitas. O resultado é que lá, a competição é enorme, e para se destacar, além do talento, o artista precisa ter um diferencial muito forte e ser bem versátil. Percebi que para ser respeitada no meio da música, o fato de compor o meu próprio material faria uma diferença incrível e decidi investir no ramo da composição.

Underfloripa – Quais são as cantoras que você admira aqui e lá fora?

Laura Rizzoto– No Brasil, gosto muito de ouvir Ivete Sangalo e Marisa Monte. No exterior, adoro as jovens cantoras de soul britânicas como Joss Stone e Adele e cantoras de pop folk como Taylor Swift e Shania Twain.

Underfloripa – Você se inspira em algum artista tanto na hora de cantar, quanto na hora de compor?

Laura Rizzoto– Minhas composições são autobiográficas, uma espécie de diário musicado. Busco inspiração apenas em situações do meu cotidiano e em reflexões que faço sobre a vida, nada mais.

Underfloripa – Te assusta estar de uma hora para outra lançando cd por uma gravadora major, ser entrevistada, estar na mira dos holofotes, enfim, ter a sua vida virada de ponta a cabeça? Um dia você é uma pessoa normal, no outro uma artista…

Laura Rizzoto– Estou muito animada com tudo o que está acontecendo e curtindo cada segundo. O lançamento de uma nova artista, mesmo quando feito por uma major, é um processo progressivo, que exige muita paciência, dedicação e acontece aos poucos. Na medida em que o meu trabalho for divulgado e ficar mais conhecido, vou me adaptando aos holofotes.

Underfloripa – Como foi ter uma lenda como Eumir Deodato tocando uma faixa do seu cd? E como foi que essa participação aconteceu? Vocês chegaram a gravar juntos no mesmo estúdio?

Laura Rizzoto– Antes de assinar com a gravadora Universal Music, já conhecia o maestro Eumir Deodato, através de amigos em comum. Ele ouviu demos com composições minhas, adorou o meu timbre e elogiou o meu inglês sem sotaque. O maestro estava se apresentando no Brasil quando comecei a gravar o meu CD e aproveitei a oportunidade para convidá-lo a fazer uma participação especial no meu álbum de estréia. Para minha felicidade, ele topou produzir uma faixa de minha autoria, chamada “Who You Are”. Gravamos no estúdio Cia dos Técnicos, no Rio de Janeiro. Como todos os grandes talentos, o Eumir é uma pessoa muito simples, tem muito senso de humor e o clima na gravação foi o melhor possível. Para mim, foi um privilégio vê-lo em ação, construindo o arranjo, camada por camada. Tivemos o cuidado de deixar a faixa dentro do mesmo conceito do restante do álbum, mas a sonoridade tem um toque de classe que só gênios como o Eumir conseguem dar.

Underfloripa – Seu cd exala frescor, exatamente como a capa, as roupas que você usa nas páginas do encarte…foi proposital dar esse ar de clima de fim de tarde, a beira da praia, algo mais ensolarado, como um conceito da chegada de uma novidade musical na cena , sem os vícios que cercam as novas cantoras de sempre quererem parecer com alguém já estabelecido dentro do mercado?

Laura Rizzoto– As fotos do encarte refletem o look solar, praiano e descontraído que uso no meu cotidiano. Sou carioca de Ipanema, tenho a praia como minha principal referência e estilo de vida. Minha aparência como artista é exatamente igual ao que sou como pessoa “normal”. Acho mais fácil ser totalmente autêntica, até porque deve ser muito cansativo ter que incorporar um personagem e se parecer com outra pessoa.

Underfloripa– O que você poderia dizer para quem não gravou ainda, mas tem vontade de compor, cantar, ser uma artista e fazer shows?

Laura Rizzoto– Diria que é importante acreditar em seu talento, se aprimorar tecnicamente cada vez mais, buscar a excelência em tudo o que faz, ser versátil, mas sempre fiel a sua identidade musical. O sucesso é um bônus muito bem-vindo para o artista, mas o que alimenta a nossa alma, mantém a chama acesa e faz toda a diferença é essa relação profunda que temos com a música.

Underfloripa – Você poderia deixar um recado aos leitores?

Laura Rizzoto– O meu maior sonho é fazer parte da trilha sonora da vida de vocês. Fiquem ligados e acompanhem todas as novidades sobre minha carreira no site www.laurarizzotto.com e pelo twitter @laurarizzotto.


Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.