La Leuca – Dente de Leite

A psicodelia e o dreampop tomaram conta do norte de diversas bandas país afora. Mas nem tudo que se torna contumaz é bom para passar no teste do primeiro trabalho ou de um trabalho cheio. A La Leuca, banda de Santa Catarina que nasceu no segundo semestre de 2017 é…

Dente de Leite (Deckdisc)

Deckdisc - 5.4

5.4

A banda é boa e tem potencial, mas em seu primeiro cartão de visitas, desperdiçou a chance de sair do lugar comum.

User Rating: Be the first one !
5

A psicodelia e o dreampop tomaram conta do norte de diversas bandas país afora. Mas nem tudo que se torna contumaz é bom para passar no teste do primeiro trabalho ou de um trabalho cheio. A La Leuca, banda de Santa Catarina que nasceu no segundo semestre de 2017 é um caso que não nos permite emitir um juízo de opinião por completo. Mas faremos isso de qualquer forma.

Como ouvinte, após ouvir a banda, achei que faltam muitos adjetivos para incluir à banda na mesma seara de outras bandas que trilham o caminho do dreampop ou mesmo da psicodelia nacional que se espelha por sua vez nas bandas de fora.

Se no primeiro single, “Saliva Salina” a inexperiência da banda era gritante (embora a ideia fosse bem interessante) o EP recém lançado é a prova cabal que a banda ainda está em um estágio bastante inicial (nada anormal, visto que a banda mal tem um ano de formação).

A psicodelia flui entre os refrões de cada faixa desfilada entre as cinco apresentadas em “Dente de Leite”, mas faixa a faixa, sempre existem alguns problemas comuns em bandas de primeira viagem. A tentativa de soar como uma coirmã de bandas como Boogarins, ou mesmo como uma continuação de outros grupos de synthwave ou dreampop, naufraga na falta de sincronia da vocalista com o restante da banda. Soa como um verdadeiro ensaio e não um EP de apresentação do grupo.

Antes de qualquer coisa, é preciso o sincronismo entre a banda para depois desconstruir a harmonia, letra e o que quer que venha pela frente para fazer entender que “aquele caos sonoro” faz algum sentido.

É possível fazer letras pueris com harmonias inebriantes, mas no caso da La Leuca, nem as harmonias são próximas ao etéreo exalado por alguns nem as letras são mais que esforços iniciais de quem está começando.

Na realidade, nem esse critico entende algo de música, mas, com algum esforço, um dia eu chego lá. A banda tem um bom potencial, mas, sinceramente, nunca fui a favor de criticas positivas para quem ainda não as mereceu. E esse aqui é um caso prático.

Mais experiência e suor farão bem a banda que sim, é boa e tem potencial, mas em seu primeiro cartão de visitas, desperdiçou a chance de sair do lugar comum. Soar como tantas e parecer como qualquer coisa menos uma banda que sabe o que está fazendo do primeiro ao último acorde.

Aguardaremos o próximo trabalho.


Tagged: , ,


Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.