Escambau faz show de lançamento do quarto disco, “Sopa de Cabeça de Bagre”, em Curitiba

Nesta sexta, dia 23, o Escambau faz o primeiro show do álbum lançado dia 09.

Para comemorar o lançamento do quarto disco da carreira, a banda curitibana, Escambau, fará uma apresentação em Curitiba, no Portão Cultural (MUMA). Serão apresentadas apenas músicas do novo trabalho, o disco quase na íntegra, ficando de fora apenas 1 ou 2 canções. “Nossa expectativa é de, finalmente, poder expor e brindar com o público um trabalho no qual nos dedicamos por quase dois anos. O Escambau volta aos palcos mostrando um álbum duplo e inédito, e uma contundente reciclagem artística e criativa”, conta Giovanni Caruso, responsável pelas composições do grupo.

“Sopa de Cabeça de Bagre” é o nome do quarto disco do Escambau, banda famosa pelas experimentações e belas canções, muitas vezes com cunho político. O álbum duplo conta com 20 músicas e tem o apoio da Fundação Municipal de Curitiba.

Fortemente influenciado por música brasileira em diferentes vertentes e também pelo rock argentino, o disco chancela a posição de “não rótulo” da banda, característica que tem se tornado cada vez mais forte ao longo da carreira de 08 anos.

Segundo os integrantes do grupo, “Sopa de Cabeça de Bagre” é o trabalho mais intenso e revelador do Escambau, composto também por Paraguaya (voz, percussão, sintetizador e órgão), Ivan Rodrigues (bateria), Yan Lemos (baixo) e Zo (guitarra). Repleto de letras que tratam tanto dos assuntos sócio-políticos atuais, quanto temas mais profundos como consciência e amor, o disco apresenta o “Escambau” em uma ótima fase, com um som muito mais pesado que nos discos anteriores e flertando fortemente com os mais variados estilos musicais.

Participações especiais

As participações especiais no show serão de Angelo Neto (piano) e Nicolas Pedrozo (flautas, sax e pandeiro) que também participaram da gravação do disco.

Show de lançamento:

Local: Portão Cultural (MUMA)
Endereço: Av. República Argentina, 3430 – Portão
Data: 23/6
Abertura da casa: 19hs
Horário do show: 20hs
Valor ingressos: grátis
Capacidade da casa: 184 lugares
Censura: sem censura

Ficha Técnica

“Sopa de Cabeça de Bagre”

DISCO #1.

1- Organismo Só
2- Fogo
3- Louco
4- Espreguiçadeira
5- Pr’onde é que vai?!
6- Vivo
7- R’n’B Transcendental
8 – Sonhador Demais
9 – Bem Vindos
10 – Ponte Interditada

DISCO #2.

1 – Zero à Esquerda
2 – Não fui eu
3 – Os Melhores quanto ao Carnaval
4 – Jogo do Homem
5 – Desaforo Privilegiado
6- O Vampiro e a Paraguaya
7- Louco (no galpão)
8 – Princípio da Incerteza
9 – Cometa
10 – Algo entre nós

Escambau é:

Giovanni Caruso – voz, guitarra, piano, órgão e violão;
Paraguaya – voz, percussão, sintetizador e órgão;
Zo – guitarra e voz;
Yan Lemos – baixo e voz;
Ivan Rodrigues – bateria.

Participações especiais:

Nicolas P. Salazar – sax e flautas;
João Mello – piano em “Não fui eu” e sax em “Princípio da Incerteza”;
Angelo Neto – piano em “R’n’B Transcendental”;
Alonso de Souza – acordeão em “Louco”;
Morgana Schvetler – violino;
Claudiney Lima – Cello;
Giorgio Ottavio Casareggio – baixo acústico;
Lauro Ribeiro – trombone;
Japa – bongô.

Produzido por Giovanni Caruso
Mixagem: Sanjai Cardoso
Engenheiro de som: Virgílio Milléo
Arte: Glauco Caruso e Ananda Kuhn
Diagramação: Ananda Kuhn
Fotos e arranjo em “Ponte Interditada”: Nicolas P. Salazar
Gravado no estúdio Audiostamp (exceto “Desaforo Privilegiado” por Renato Ximú no estúdio Old Black Records).



Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.