“De todo jeito a gente apanha” – Fim de Feira

O casamento de estilos nordestinos com um arranjo moderno era tudo o que a cena musical nordestina precisava para se revitalizar. Não é apenas forró, aquele que você escutava em luau na praia; é um forró modernoso com toques de vintage. Neste segundo álbum da banda pernambucana Fim de Feira,…

De todo jeito a gente apanha - (Cósmica)

Cósmica

User Rating: Be the first one !
83

O casamento de estilos nordestinos com um arranjo moderno era tudo o que a cena musical nordestina precisava para se revitalizar. Não é apenas forró, aquele que você escutava em luau na praia; é um forró modernoso com toques de vintage.

Neste segundo álbum da banda pernambucana Fim de Feira, a variedade de estilos não cansa, pelo contrário, ficamos atentos para o que a próxima faixa terá de novo.

Samba (“Maré”); Baião (“De onde vem o sossego”); Choro+Forró (“Choro a Jacaré”) são só alguns dos estilos trabalhados com delicadeza nessa obra. Aliás, pra quem é atento aos detalhes, a faixa “Preso 137” tem praticamente uma mega influência do conterrâneo Lenine.

As músicas mais belas, no entanto, estão repletas de feminilidade. São elas, “Meu Baião” e “Canário Miudinho”. Uma delícia de ouvir.

Um bom álbum pra se ouvir em qualquer estação do ano. É divertido, ensolarado e dá gosto de ouvir.



Criada por família musical e artística, vive nutrindo sua essência com arte. Desde os 7 anos, é inspirada por Beatles, Disney e The Sound of Music. Listomaníaca, sonhadora e fascinada por organização, decoração e estilo;acredita que um bom papo com companhias queridas e culinária italiana à mesa é uma boa receita pra alegria plena. Manezinha apaixonada pelo frio, atualmente mora em Curitiba.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.