Bestiário – Mal Viaje

Mal Viaje – Independente

Mal Viaje – Independente - 8.9

8.9

Folk punk, virulência, ausência de instrumentos elétricos, letras causticas e instrumentistas valorosos!SE você acha que tocar mal te faz punk, vá ouvir Bestiário antes, por favor!

User Rating: Be the first one !

2018 será para sempre o ano que irei me lembrar de ter conhecido os colombianos da Bestiário. A banda em seu mais recente trabalho, grafou o nome com b minúsculo, mas acreditem, são gigantes no palco e em seus trabalhos.

Passando por uma tour pelo Brasil há alguns meses, esse quinteto tem a força destruidora de um tufão em cima de um palco. Foi nos palcos de Florianópolis que travei contato com Domingo (acordeon), Whisky (bandolim), Mamã de Stifler (Baixo acústico), Wine (washboard, uma espécie de tábua de lavar roupas) e Quinto (Banjo).

Sim, a banda não tem bateria, nem guitarra e nem baixo elétrico, embora em algumas apresentações o quinteto faça uso de bateria e guitarra, como é possível ver em alguns vídeos.

Mas e o CD lançado no início de 2018 que os trouxe para uma extensa tour pelo Brasil em março?

O trabalho desses rapazes é sensacional, para dizer o mínimo! Desde a arte do cd em digipack desenhado como se fosse uma gravura antiga tirada de livros de historia, até o encarte em papel cartão com outros desenhos tão legais quanto a capa do cd. Tudo é de extremo bom gosto no quesito pacote.

As músicas são no estilo folk punk, se você já ouviu os norte-americanos do Flogging Molly e gostou, se prepare, porque com o Bestiário o folk é mais latente só que de uma maneira mais ritmica. A base da banda vem de instrumentos não elétricos fazendo com quem escute fique procurando pela força percussiva, que se ajusta simplesmente no dedilhar do wahsboard de Wine.

As letras são imbuídas de críticas sociais mas sem perder a virulência punk, e é justamente por isso que o casamento entre o som da banda com o poder de fogo de suas letras que torna o Bestiário uma das melhores bandas a encarnar o ideário punk! Tem algo mais punk que tocar sem instrumentos elétricos e encantar?

Cantando as vezes em coro, as vezes com apenas uma voz, os entrecortes dos instrumentos fazem a música mais rica e quase folclórica.

Se você ficou perdido com tanta informação, é bem melhor começar a ouvir Bestiário, porque ouvir esses colombianos, é bem melhor do que ler tudo isso que eu acabei de escrever!

Escutem: “Promesa de Sinceridad”, “En Luto”, “Ni La Fe Ni La Ciencia”e “La Ruta”. Depois escutem o disco todo!

 



Passou dos 30 e poucos anos faz tempo, resenhista (aka crítico musical), editor e amante das boas coisas da vida: música, cinema, literatura, teatro e o que mais envolver artes! Já escreveu para jornais, revista, sites e hoje batalha nesse humilde espaço. Poeta nas horas vagas, já percorreu o Brasil, mas hoje vive em São José, bem ao lado de Florianópolis.


Underfloripa (2007-2019) Todos os Direitos Reservados. Site em Wordpress mantido por Sierra November. Feito com amor em Floripa e São Paulo.